Após questionada sobre gasto com alugueis, Prefeitura apresenta renegociação e economia de mais de 28 milhões de reais em 4 anos
Após questionada sobre gasto com alugueis, Prefeitura apresenta renegociação e economia de mais de 28 milhões de reais em 4 anos

Menos de dois meses após ser questionada sobre os valores gastos com alugueis de imóveis que abrigam Secretarias e demais órgãos da administração municipal, a Prefeitura de Curitiba apresenta um novo planejamento que pode gerar economia que ultrapassa os 28 milhões de reais em 4 anos com locação de espaços.

Segundo dados informados em resposta ao pedido de informações de autoria do vereador Cristiano Santos (PV), apenas em 2017, 24 milhões de reais seriam gastos com o pagamento de alugueis, que oscilavam entre R$ 1 mil e R$ 275 mil reais mensais.

A prefeitura informou que a redução dos valores foi possível fazendo o remanejamento de algumas secretarias que passarão a ocupar prédios próprios, salas nas Ruas da Cidadania ou imóveis com valor de aluguel mais em conta, como no caso da Companhia de Habitação de Curitiba (Cohab), que está sendo transferida para um novo imóvel que terá o custo mensal de cerca de R$ 80 mil reais e gerará uma economia de R$ 121 mil/mês.

O mesmo acontece com a sede do Centro de Capacitação da Secretaria de Educação que deixará um imóvel locado e será realocada para a Escola Municipal Batel (antiga Dezenove de Dezembro), estrutura que a Prefeitura utilizará por meio de Cessão de Uso, um acordo firmado com o Governo do Estado. A mudança representará, em 4 anos, uma economia de cerca de R$ 5,3 milhões de reais.

“Fiscalizar a Prefeitura é uma das atribuições fundamentais do vereador. Ver que o trabalho está surtindo efeito e que, após a fiscalização sobre os gastos com os alugueis da Prefeitura, um plano de contenção foi elaborado e já há previsão de economia mensal de mais de R$ 500 mil reais, me faz acreditar que estamos seguindo no caminho certo e temos muito ainda a somar em benefício da cidade” comentou Cristiano.

Com a renegociação dos contratos de aluguel e o cancelamento de 11 deles, a economia mensal deve ultrapassar os R$ 500 mil reais superando os R$ 7 milhões de reais por ano.

Conecte-se