Cristiano Santos sugere a implantação de mais lanchonetes no Zoológico de Curitiba
Cristiano Santos sugere a implantação de mais lanchonetes no Zoológico de Curitiba

Um projeto encaminhado à Prefeitura de Curitiba sugere a implantação de mais lanchonetes no Zoológico da cidade, buscando atender melhor os visitantes que passam pelo local.

Fundado em 1982, responsável por receber cerca de 650 mil visitantes por ano e sendo considerado um dos cinco mais bem conceituados do país, o Zoológico Curitiba conta com apenas uma lanchonete para atender o público desde 1994.

De iniciativa do vereador Cristiano Santos (PV), a sugestão surgiu quando o parlamentar foi procurado por uma pessoa interessada em instalar um comércio no Zoológico e foi informado que não eram permitidas novas liberações para o feito naquele local. Em pesquisa realizada junto à URBS, descobriu-se que apenas uma lanchonete tem autorização para prestar serviços e que lá está desde a realização da licitação de concessão de número 064/94, com prazo indeterminado de vigência.

Assim, além da possibilidade de maior variedade de produtos ofertados aos visitantes do parque com a instalação de novas lanchonetes, Cristiano pretende, com a sugestão, beneficiar novos comerciantes interessados em trabalhar no local e também a administração do parque fazendo com que, parte da renda arrecadada com a disponibilização de novos pontos, seja convertida para a manutenção do Zoológico bem como da Casa do Acantonamento que fica anexo ao parque.

No projeto, Cristiano também sugere que os novos pontos comerciais ofereçam produtos diferentes daqueles encontrados no comércio ambulante do local, garantindo trabalho para todos.

Sobre os custos inerentes às novos quiosques, o projeto cita que estes seriam de responsabilidade das empresas vencedoras das licitações, evitando gerar despesas ao município.

“A sugestão pretende ampliar o comércio no local, criando mais opções aos frequentadores. A ideia é que novos pontos comerciais sejam instalados também no interior do zoológico, podendo gerar, inclusive, um aumento da visitação no parque”, comentou Cristiano.

Conecte-se