Vereador Cristiano Santos pede esclarecimento sobre Armazém da Família
Vereador Cristiano Santos pede esclarecimento sobre Armazém da Família

O vereador Cristiano Santos, após receber diversas reclamações com relação a redução da cota de compras nos armazéns da família, em seu gabinete na Câmara Municipal de Curitiba, encaminhou um pedido de informações à Prefeitura a fim de saber qual o motivo da redução.No pedido, Cristiano questionou os critérios para a redução, se houve aviso prévio para as famílias que seriam afetadas, qual o número total de famílias cadastradas no programa e delas, quantas foram diretamente afetadas. Clique aqui para ler o pedido de informação

Em resposta ao pedido encaminhada no dia 30 de agosto, a Secretaria Municipal de Abastecimento informou ao vereador que o remanejamento das cotas seria uma forma de readequar o programa que atende a cerca de 145 mil pessoas, ampliando o público alvo, já que para ingressar no projeto o limite de renda subiu de R$ 1.395,00 para R$ 2.373,00. Informaram ainda que a redução só foi possível após um estudo envolvendo nutricionistas e um levantamento na base de dados do programa. A redução, segundo as informações, atingiu aproximadamente 70 mil famílias.

Apesar da justificativa, inúmeras foram as reclamações a respeito da redução somadas ao questionamento encaminhado por Cristiano, no 21 de novembro a Prefeitura divulgou a ampliação das cotas para compras nos armazéns da família. Os valores passaram de R$200 para R$350 para famílias de até duas pessoas e de R$ 400 para R$ 450 para famílias com mais de duas pessoas.

“O programa Armazém da Família é fundamental para pessoas de baixa renda, porém precisamos fiscalizar para saber a forma como está sendo gerenciado”, comentou Cristiano Santos.

O programa Armazém da Família atende cerca de 145 mil famílias de baixa renda em 33 armazéns distribuídos pelos bairros da cidade.

Conecte-se